SINAIS

Fragilidade do sistema hidrelétrico deixa claro que Brasil precisa investir mais na diversificação da sua matriz energética

whatsapp facebook e-mail imprimir

SINAIS

Na sexta-feira passada (7), o volume de água armazenado no Sistema Cantareira alcançou mais um recorde negativo, ficando, pela primeira vez, abaixo dos 14%. Esse é o nível mais crítico desde que o sistema foi criado, na década de 1970. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), nem a previsão de chuva para a semana seguinte será suficiente para melhorar a situação do Cantareira.

 

“Essa chuva ajuda a diminuir a evaporação, mas não deve resolver o problema”, avaliou Helena Balbino, meteorologista do Inmet. Ela explicou que a precipitação ocorrerá com a chegada de uma frente fria vinda do Uruguai em direção ao Oceano Atlântico. Ao encontrar um canal de umidade proveniente da Amazônia, ocorrem as chuvas. Helena esclarece que o outono e o inverno são estações tradicionalmente mais secas.

 

Para o diretor executivo da Encom Energia, Paulo Baiocchi, a crise no setor hidrelétrico é um sinal evidente de que o Brasil precisa investir em alternativas para a geração de energia. “Podemos combinar nossas fontes naturais com as fontes renováveis e reduzir o impacto sobre o meio ambiente por meio de projetos economicamente viáveis, que nos deixem menos expostos às intempéries da natureza. Existem alternativas excelentes no mercado, como a energia fotovoltaica, e precisamos agir com inteligência para explorar suas potencialidades”, analisa.

 

Últimas Notícias

Como Funciona a Energia Solar? Como Funciona a Energia Solar? Entender detalhadamente como funciona a energia solar é um importante requisito para a aquisição ou montagem de um sistema de geração de energia solar.
Conta de luz: Veja as dicas de como economizar energia elétrica. Conta de luz: Veja as dicas de como economizar energia elétrica. Com o aumento da energia, aprenda o que fazer para reduzir impacto do aumento na conta de luz.